Horário das Missas
Horário das Confissões
Exposição do Santíssimo Sacramento
Boletim
Informação para todos
Voz do Papa
Mensagem para a Quaresma de 2017
Voz do Bispo
Mensagem Quaresmal
 
Paróquia de Nossa Senhora da Assunção e Ressurreição de Cristo
Rua dos Navegantes, nº49
2750-445 - Cascais

Tel: 21 484 74 80
Fax: 21 484 74 82
Este endereço de email está protegido de spam bots, você precisa de ter o Javascript activado para poder visualizar
 
Este endereço de email está protegido de spam bots, você precisa de ter o Javascript activado para poder visualizar
 

Este endereço de email está protegido de spam bots, você precisa de ter o Javascript activado para poder visualizar

Novidades do site
Leia a mensagem do Papa Francisco para a Quaresma deste ano.
 
 
Imprimir

A Beatificação de João Paulo II – Festa em Cascais

 
“Três sinais do Eterno estão presentes no nosso quotidiano: o Amor, a Oração e a Arte.” – Refere Monsenhor Francesco Follo no seu recém-editado livro “Meditações com o Beato João Paulo II”.
O Amor, a Oração e a Arte marcaram forte presença em Cascais, por ocasião da beatificação de Carol Wojtyla, o Papa João Paulo II…
O Amor… Em primeiro lugar, na celebração do Amor de Deus pelos Seus filhos, sempre demonstrado de mil e uma maneiras, mas, nesta altura especial, no próprio acontecimento da eleição de um deles para ser proposto como Modelo que ajude a gerir as situações da vida quotidiana à luz da fé, para já, como Beato, para muito breve, segundo apontam previsões credíveis, como Santo.
Amor desse Papa, agora Beato, a Deus e a todos os homens seus irmãos, como proposta, para todos, de formas mais ricas, mais belas de amar.
Amor de Deus celebrado, como em todas as Eucaristias mas, desta vez, de uma forma solene e diferente, na Missa Campal que teve lugar à volta da estátua ao mais recente Beato, erigida no ano que passou, junto à Igreja Matriz. Missa com início pelas 18 horas da tarde do Domingo da Divina Misericórdia, Festa que ele-mesmo instituiu…

Nem a chuva miudinha que não parou de cair – “aspersão contínua”, segundo as palavras de D. Carlos Azevedo que presidiu à Celebração – demoveu os fiéis que eram muitos de permanecerem firmes no seu lugar até ao final.
Oração… Oração dessa mesma Eucaristia que foi antecedida pela outra, a da recitação do Terço que era a oração preferida de João Paulo II.
De notar que, em tudo isto, os jovens – também tão queridos do saudoso Papa - tiveram, mais uma vez, um papel importante, animando esse terço em que leram as meditações relativas a cada mistério que foram eles a conduzir e entoando os cânticos no final de cada dezena.
Colaborando, depois, na Missa, acólitos, escuteiros (que, na altura da distribuição da comunhão, acompanharam, com guarda-chuvas abertos os cerca de vinte Ministros da Comunhão que se aproximaram dos muitos comungantes para evitar a deslocação dos mesmos) e, ainda, os jovens que estão em preparação para a ida às Jornadas Mundiais da Juventude, em Madrid e que fora passando, antes e depois das orações e da Eucaristia, com garrafas de água, bolinhos e também os DVD do “Wojtyla Musical”, estreado em Maio de 2010.
Depois, envolvendo tudo, marcando a beleza da ocasião e levando a recordar o que Bento XVI disse sobre a importância de ter presente na vida a mesma beleza, a Arte…
Arte que aconteceu especialmente sob a forma de música que já na noite anterior tinha sido proporcionada pelo coro “Christus Ensemble”, num Concerto-vigília de homenagem a João Paulo II, que aconteceu na Igreja Paroquial e que tinha entrada livre.

Música presente nos já referidos cânticos do terço, nos cânticos da Missa e finalmente no encerramento da festa em que os “Wojtylas” (como já chamam aos talentosos actores do “Wojtyla Musical” já mencionado) actuaram, representando alguns números e deixando os espectadores com “água na boca” para mais: “Outro, outro!”- Ouvia-se no final da actuação.
 

Arte que se manifestou, também, no próprio arranjo do altar – o mesmo em que Bento XVI celebrou no Terreno do Paço, no partido que se tirou do espaço circundante e até no pormenor (a vida é feita de pormenores…) das lindas flores colocadas aos pés da estátua que evocava aquele em que se centravam os acontecimentos do dia memorável…
Foi a Festa! Foi a celebração do Amor, foi a comunidade em Oração, foi a Beleza…
Sentiram-se, palpáveis, os “sinais do Eterno”, apontando, neste Tempo Pascal, os caminhos da novidade, da renovação…
 

…E, se a bela estátua do jardim, porque é apenas uma estátua, se manteve na sua inalterável serenidade, sem dúvida que, já no mistério da Eternidade, o nosso Papa-Beato, não deixou de olhar “cá para baixo” com o seu olhar profundo de que falava um dos jovens Wojtylas na sua actuação e de brindar a Paróquia de Cascais, o seu Pároco e os seus paroquianos com aquele sorriso caloroso que, tantas vezes, quando caminhava ainda nesta terra dos homens, tivemos a graça de poder admirar…
Beato João Paulo II, rogai por nós!
 

 

Cantinho de Maria
 
 

Avisos

19 de Outubro
Noite de Oração das Equipas de Jovens de Nossa Senhora, com exposição do SS. Igreja Paroquial, às 21.30h.
 
3 de Novembro
Devoção das primeiras Sextas-feiras ao Sagrado Coração de Jesus. Exposição do Santíssimo a partir das 18.00h com benção solene antes da missa das 19.15h.
 
16 de Novembro
Noite de Oração das Equipas de Jovens de Nossa Senhora, com exposição do SS. Igreja Paroquial, às 21.30h.
 
1 de Dezembro
Devoção das primeiras Sextas-feiras ao Sagrado Coração de Jesus. Exposição do Santíssimo a partir das 18.00h com benção solene antes da missa das 19.15h.
 

Mais Avisos...


 
actualizado a 09/10/2017
 
actualizado a 23/02/2017