Horário das Missas
Horário das Confissões
Exposição do Santíssimo Sacramento
Boletim
Informação para todos
Voz do Papa
Mensagem para a Quaresma 2018
Voz do Bispo
Mensagem para a Quaresma 2018
 
Paróquia de Nossa Senhora da Assunção e Ressurreição de Cristo
Rua dos Navegantes, nº49
2750-445 - Cascais

Tel: 21 484 74 80
Fax: 21 484 74 82
Este endereço de email está protegido de spam bots, você precisa de ter o Javascript activado para poder visualizar
 
Este endereço de email está protegido de spam bots, você precisa de ter o Javascript activado para poder visualizar
 

Este endereço de email está protegido de spam bots, você precisa de ter o Javascript activado para poder visualizar

Novidades do site
Leia a mensagem do Papa Francisco para a Quaresma 2018.
 
Leia a Mensagem do nosso Patriarca para a Quaresma de 2018
 
 
Imprimir

Explicação do brasão do Papa Francisco

 

O Brasão

Nos seus traços essenciais, o Papa Francisco decidiu manter o seu brasão anterior, escolhido na sua consagração episcopal.
O escudo azul é encimado pelos símbolos da dignidade papal, os mesmos que foram usados pelo seu antecessor, Bento XVI (mitra colocada entre chaves cruzadas de ouro e prata, ligadas por um cordão vermelho). No topo, está o emblema da ordem de origem do Papa, a Companhia de Jesus, um sol radiante carregado das letras em vermelho IHS monograma de Cristo. A letra H é encimada por uma cruz, na ponta, os três pregos em preto.
Em baixo, estão a estrela e a flor de nardo. A estrela, de acordo com a antiga tradição heráldica, simboliza a Virgem Maria, Mãe de Cristo e da Igreja, enquanto a flor de nardo representa São José, patrono da Igreja universal. De facto, na tradição iconográfica hispânica, São José é representado com um ramo de nardo puro. Ao colocar essas imagens no seu escudo, o Papa quis expressar sua devoção especial à Santíssima Virgem e a São José.

 

O Lema

miserando atque eligendo
O lema do Santo Padre Francisco é tirada das Homilias de São Beda, o Venerável (Om. 21, CCL 122, 149-151), que, ao comentar a história do Evangelho da vocação de São Mateus escreve: "Vidit ergo lesus publicanum et quia miserando atque eligendo vidit, ait illi Sequere me"(Jesus viu um cobrador de impostos e como o olhou com misericórdia, escolheu-o e disse-lhe: segue-Me)
Esta homilia é uma homenagem à misericórdia de Deus e é reproduzida na Liturgia das Horas da festa de São Mateus. Ela tem um significado especial na vida e no itinerário espiritual do Papa. De facto, na festa de São Mateus no ano de 1953, o jovem Jorge Mario Bergoglio com a idade de 17 anos, sentiu de uma forma muito especial, a presença do amor de Deus na sua vida. Após a confissão, sentiu o seu coração ser tocado e a descida da misericórdia de Deus sobre si, que ele acolheu, seguindo o exemplo de Santo Inácio de Loyola.
Uma vez eleito bispo, Sua Excelência o Senhor Bispo Bergoglio, em memória do acontecimento que marcou o início de sua consagração total a Deus na Sua Igreja, decidiu escolher como lema e modo de vida, a expressão de São Beda "miserando atque eligendo", que reproduziu agora nas suas armas papais.
 

 

Cantinho de Maria
 
 

Avisos

Mais Avisos...


 
actualizado a 07/01/2017
 
actualizado a 09/02/2018